sexta-feira, 28 de junho de 2013

JOÃOZINHO E A PROSTITUTA

Calma gente. Não é o que parece. Juro...

Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na calçada... 

- Pai, quem são aquelas senhoras?  

O pai, meio sem graça, responde: 

- Não interessa filho... Olhe antes para esta loja... Já viu os lindos brinquedos que tem? 

- Sim, sim, já vi. Mas... quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas?  

- São... são. São senhoras que vendem na rua. 

- Ah, sim?! Mas vendem o quê??? pergunta admirado o garoto. 

- Vendem.... vendem... Sei lá... vendem um pouco de prazer.  

O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre a sua carteira com a intenção de ir comprar um pouco de prazerEstava com sorte! Podia comprar 50 reais de prazer!  

No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe:  

- Desculpe, minha senhora, mas poderia me vender 50 reais de prazer, por favor?  

A mulher fica admirada, e por momentos não sabe o que dizer, mas como a vida está difícil, ela aceita. Porém, como não poderia agir de forma 'normal' com o garotinho, leva o menino para casa dela e prepara-lhe seis pequenas tortas, bem gostosas, de morango e chocolate.  

Já era tarde quando o garoto chega em casa, todo animado. O seu pai, preocupado pela demora do filho, pergunta-lhe onde ele tinha estado. O garoto olha para o pai e diz: 

- Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer!  

O pai fica amarelo:  

- E... e então.... como é que se passou?  

- Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer, a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício. Tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas comi mesmo assim. Ao final estava todo lambuzado, 'melequei' todo o chão. A senhora me convidou para voltar amanhã, mas para ser sincero, só tive prazer nas três primeiras, as outras só comi para mostrar que sou homem mesmo, posso ir amanhã novamente, pai? 

O pai desmaiou.


Moral: para provarem sua masculinidade, muitas vezes os homens - e os meninos - comem coisas sem sentirem prazer.


Texto: Autor Desconhecido, com adaptações.


(A imagem acima foi copiada do link Aloprando.)

Um comentário:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com