domingo, 18 de julho de 2010

COMO INTERNAUTAS VEEM "CASO BRUNO"

Bruno, ex-goleiro do Flamengo, está sendo acusado de matar a amante Elisa Samudio. A justiça ainda não o condenou, mas veja o que está saindo na net:

Polvo adivinho ataca novamente:

Recepção calorosa:

Novos uniformes de goleiro:

Diferença explícita:

Novo filme brasileiro:

Nova dupla sertaneja, substituindo Bruno & Marrone:

Conselho de amigo:

Lindos de morrer e lindo de matar:


Esses internautas...


(As fotos acima são de autoria desconhecida. Se você for o autor delas, entre em contato para receber os créditos.)

SONETO DO AMOR TOTAL

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinicius de Moraes (1913 - 1980), jornalista, diplomata, dramaturgo, poeta e compositor brasileiro.


(A imagem acima foi copiada do link Google.com.)

A ESCOLHA CERTA



EVANGELHO DE HOJE

38 [...] Jesus entrou numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa.

39 Ela tinha uma irmã chamada Maria, a qual, sentando-se aos pés do Senhor, ouvia a sua palavra.

40 Marta, porém, andava preocupada com muito serviço doméstico; e aproximando-se, disse: Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado trabalhar sozinha? Dize-lhe, pois, que me ajude.

41 Respondeu-lhe o Senhor: Marta, Marta, estás ansiosa e perturbada com muitas coisas; 42 entretanto poucas são necessárias, ou mesmo uma só; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.


Bíblia Sagrada, Novo Testamento, Evangelho de Lucas, capítulo 10, versículos de 38 a 42 (Lc 10. 38-42)

Às vezes ficamos tão atarefados com serviços mundanos que não reservamos um tempo para Deus. Esquecemo-nos, entretanto, que é o Senhor quem nos concede a inteligência, a saúde e a disposição para o trabalho.

Será que eu tenho agradecido a Deus por estes dons? Ou será que eu "me mato" de trabalhar apenas visando o lucro ou como forma de me exibir para os outros?

Pense nisto. Tenham todos uma excelente semana.


(A imagem acima foi copiada do link Blog Canção Nova.)