sábado, 13 de maio de 2017

"Uma mão guiou a arma, mas outra guiou a bala".

Papa João Paulo II (1920 - 2005): declaração dada após se recuperar de um atentado, confirmando que escapou por obra e milagre de Nossa Senhora de Fátima. O atentado ocorreu na Praça de São Pedro (Vaticano) no dia 13 de maio - dia de Nossa Senhora de Fátima - de 1981. Quando ganhou a consciência antes de ser operado, o Papa instruiu os médicos para não remover o seu Escapulário de Nossa Senhora do Carmo durante a cirurgia. João Paulo II afirmou que Nossa Senhora de Fátima ajudou a mantê-lo vivo.

Papa João Paulo II sendo socorrido instantes após o atentado...
... e agradecendo à Nossa Senhora de Fátima por ter salvado sua vida.


(As imagens acima foram copiadas do link Images Google.)