quinta-feira, 2 de março de 2017

NOSSA PREOCUPAÇÃO COM O ÓBVIO

Para descontrair e refletir...
 

Após um belo "69" com sua namorada, Carlos lembra que tem uma consulta no dentista naquela tarde. Terminado o namoro, Carlos teme que o dentista se aperceba do seu bafo de vagina. Ele então escova os dentes 3 vezes, passa o fio dental e usa enxaguante bucal.

Chegando ao consultório do dentista, enquanto espera pela consulta, chupa 5 daquelas pastilhas de menta que deixam um frescor na boca. É finalmente atendido pelo dr. João que o orienta a sentar-se na cadeira.

Posicionado e com a boca escancarada, achando que havia disfarçado o cheiro de vagina da boca, Carlos tranquiliza-se e deixa o profissional fazer seu trabalho.

O dentista aproxima-se da boca de Carlos e afirma categórico:

- Sr. Carlos, então você fez um "69" antes de vir ao consultório?

Estupefato, Carlos questiona o médico:

- Estou por acaso com cheiro de vagina na boca, doutor?

- Não, a sua testa cheira a cu!


Moral da história: O excesso de preocupação com o óbvio, faz-nos esquecer os detalhes.


(Autor desconhecido, com adaptações. Dizem que foi baseado numa história verídica...)


(A imagem acima foi copiada do link Eme de Mujer.)


Um comentário:

Alvaniza disse...

Cadê o banho? kkkkkkkkkkkkk