sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O ADVOGADO E O PASTOR DE OVELHAS

Texto que dedico ao meu amigo Sammy


Um pastor de ovelhas, já idoso, estava cuidando de seu rebanho, quando surgiu pelo inóspito caminho uma Pajero 4x4 toda equipada. O carro parou na frente do velhinho e desceu um cara de não mais que 30 anos. O homem usava terno preto, camisa branca Hugo Boss, gravata italiana, sapatos de couro de búfalo, óculos escuros, relógio Rolex, e portava uma maleta executiva preta na mão direita. Perguntou ao pastor:
- Senhor, se eu adivinhar quantas ovelhas tem aqui, o senhor me dá uma?
O velhinho, coça a cabeça meio desconfiado e responde:
- Sim, doutor.
Então o cara abre a maleta, pega um notebook, se conecta - via celular - à internet, baixa uma base de dados, entra no site da NASA, identifica a área do rebanho por satélite, calcula a média histórica do tamanho de uma ovelha daquela raça, baixa
uma tabela do Excel com execução de macros personalizadas, pesquisa a média de quantos centímetros o capim do pasto cresce por ano, faz um gráfico com a variabilidade pluviométrica da região, etc, etc, etc. Depois de três horas, diz orgulhoso ao velho:
- O senhor tem exatamente 1.324 ovelhas, 54 bodes e 65 cabritinhos. Ah, sete de suas ovelhas estão com 95% de estarem grávidas.
Impressionado e boquiaberto, o velhinho admitiu que sim. O homem estava certo, e como havia prometido, poderia levar a ovelha.
O cara escolheu um animal, pegou o bicho no colo e carregou para o veículo. Quando estava saindo, o velho perguntou:
- Desculpe, agora é minha vez. Se eu adivinhar sua profissão, o senhor me devolve a ovelha e me presenteia com seus óculos?
Duvidando que aquele humilde homem do campo acertasse, o cara concorda.
- O senhor é advogado ?!?! indaga o velhinho...
- Incrível! Como adivinhou? pergunta espantado o doutor.
- Por quatro motivos:
- Primeiro, pela frescura;
- Segundo, veio sem que eu o chamasse;
- Terceiro, me cobrou para dizer algo que já sabia.
- E quarto, percebe-se que o doutor não entende merda nenhuma do que está falando. Devolve já o meu CACHORRO!!!!

(Esse texto foi baseado numa história que uma amiga me enviou por e-mail. Se você conhecer o autor do texto original, peça que entre em contato comigo para receber os créditos pelo trabalho. A foto que ilustra esse texto foi copiada do link 4.bp.)

2 comentários:

Sammy disse...

muito bom paulino, esse texto ilustra bem uma grande parcela de advogados que são capazes de ultilizar-se de um conhecimento, para nas entrelinhas do direito cometer essas falhas!! mas é isso aí meu amigo, acho que esta difícil encontrar uma profissão que não possua esse tipo de profissional! resta a seu amigo procurar ser diferente,rssss!! abração meu amigo e parabéns pelo blog!!!!

Jhon Hindaelles disse...

É verdade, pois uma parcela dos advogados se aproveitam das falhas da lei para conseguir benefícios que muitas vezes são imorais.

Um deles é não pagar por um serviço por ele não estar totalmente legalizado.

Alguns tecnicos de informática, fazem o serviço e só por que estes técnics não tem CNPJ, eles estes advogados não querem pagar pelo serviço prestado.

Valeu André, pois são caras como você que nos ajudam a denunciar estes casos que acontecem.