segunda-feira, 31 de agosto de 2015

METAL CONTRA AS NUVENS


Não sou escravo de ninguém
Ninguém é senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz

Viajamos sete léguas
Por entre abismos e florestas
Por Deus nunca me vi tão só
É a própria fé o que destrói
Estes são dias desleais

Eu sou metal
Raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal
Eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal
Me sabe o sopro do dragão

Reconheço meu pesar
Quando tudo é traição
O que venho encontrar
É a virtude em outras mãos.

Minha terra é a terra que é minha
E sempre será
Minha terra
Tem a lua, tem estrelas
E sempre terá

Quase acreditei na tua promessa
E o que vejo é fome e destruição
Perdi a minha sela e a minha espada
Perdi o meu castelo e minha princesa

Quase acreditei, quase acreditei
E, por honra, se existir verdade
Existem os tolos e existe o ladrão
E há quem se alimente do que é roubo.
Mas vou guardar o meu tesouro
Caso você esteja mentindo.

Olha o sopro do dragão
Olha o sopro do dragão
Olha o sopro do dragão
Olha o sopro do dragão

É a verdade o que assombra
O descaso que condena
A estupidez o que destrói
Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais

Tenho os sentidos já dormentes
O corpo quer, a alma entende
Esta é a terra-de-ninguém
Sei que devo resistir
Eu quero a espada em minhas mãos

Eu sou metal - raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal: eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal: me sabe o sopro do dragão

Não me entrego sem lutar
Tenho ainda coração
Não aprendi a me render
Que caia o inimigo então

Tudo passa. Tudo passará
Tudo passa. Tudo passará
Tudo passa. Tudo passará

E nossa história
Não estará
Pelo avesso assim
Sem final feliz
Teremos coisas bonitas pra contar
E até lá
Vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos
O mundo começa agora, ahh!
Apenas começamos.

Legião Urbana


(A imagem acima foi copiada do link Click Grátis.)

terça-feira, 25 de agosto de 2015

SEGREDOS DAS PRINCIPAIS BANCAS EXAMINADORAS

O que você sempre quis saber, mas não tinha a quem perguntar

Concurseiro: um herói anônimo em busca dos seus ideais.

Conhecer as particularidades da banca examinadora é uma das maiores virtudes que um bom concurseiro pode ter. No entanto, independente do cargo ou do nível de escolaridade, cada banca segue o seu próprio estilo de acordo com a sua filosofia. 

Isto posto, o candidato que conhecer previamente o estilo de prova da banca organizadora, tais como exigências e grau de dificuldade, já começa à frente dos demais concorrentes. A seguir, algumas das características mais marcantes das principais bancas realizadoras de concursos públicos no Brasil:
CESGRANRIO
O nível da Cesgranrio é de médio a elevado. Petrobras, área bancária e IBGE são os concursos mais tradicionais dela. A característica mais marcante é de provas separadas por matérias. São parecidas com as da FCC com cobrança de texto de lei e enunciados, mas não tão complexas quanto os da Cespe. A Cesgranrio tem o hábito de repetir questões anteriores, portanto, prepare-se estude resolvendo provas antigas.
FUNDAÇÃO PARA O VESTIBULAR DA UNESP (VUNESP)
A prova de Português da Vunesp costuma ser bastante simples, com ênfase à gramática. Em Direito, é importante conhecer bem a letra da lei. Resolver questões de provas anteriores é uma excelente forma de entender melhor o estilo desta banca.
FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC)
A FCC realiza concursos nas esferas municipal, estadual e também federal. Suas questões geralmente são muito objetivas, e, às vezes, um pouco extensas. Uma “pegadinha” que pode atrapalhar os concurseiros mais desatentos está nos enunciados das questões de múltipla escolha. Eles têm o hábito de pedir para assinalar a alternativa INcorreta, e muitos escorregam nessa casca de banana. Na prova de Direito, assim como nas provas da VUNESP, faz-se necessário conhecer a letra da lei. A FCC cobra muito isso, principalmente em questões que apresentem casos.  Resolver provas anteriores ajuda bastante.
FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS (FGV)
Esta é a banca que faz o exame para a OAB. Dentre todas é a que parece não seguir um padrão definido, uma vez que o estilo de suas provas muda muito de um certame para outro. Tem como características marcantes longos textos para interpretação e gramática. Na parte de Direito tem cobrado casos práticos com temas multidisciplinares. É de suma importância que o candidato estude bem o edital e compare com outros editais passados. A FGV já cobrou nota de rodapé numa prova!!! Resolver questões de provas passadas ajuda.
ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA (ESAF)
Taí uma organizadora que impõem medo e respeito entre os concurseiros. Suas questões são muito bem elaboradas e complexas, com estudo de casos em direito e cobrança da letra de lei (assim como a Vunesp e a FCC). O grau de dificuldade é alto. Além disso, ela é uma banca polêmica, pois traz temas em que não há consenso entre os doutrinadores, fazendo com que o  volume de recursos seja muito grande. Contudo a Esaf não costuma cobrar todos os itens do edital. Faça uma análise de editais passados que você encontrará um padrão. A resolução de questões de provas anteriores ajuda sobremaneira.
CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (CESPE)
A Cespe é, sem sombra de dúvidas, a banca examinadora mais temida pelos concurseiros. As questões são multidisciplinares e complexas, e os enunciados, longos e cansativos. As assertivas são do tipo ‘certo e errado’ e isso exige atenção redobrada, uma vez que a banca anula uma questão certa se o candidato marcar alguma errada. Atenção: neste tipo de prova não é aconselhável chutar... Nas provas de Direito eles cobram muito jurisprudência, portanto o candidato precisa estar bem atualizado. Dica importante: não demore muito lendo os enunciados, se possível, vá direto para as questões. Além de dominar a teoria, dedique seus estudos em simulados com questões de certames anteriores.

Pelo tempo que estudo para concursos e seleções, se eu tivesse que dar uma única dica que resumisse tudo o que foi dito acima seria: ESTUDE RESOLVENDO QUESTÕES DE PROVAS ANTERIORES. Isso vale para qualquer banca examinadora, de qualquer concurso público, para qualquer cargo e nível de escolaridade.

Fonte: JusBrasil, com adaptações.

(A imagem acima foi copiada do link Oficina de Ideias 54.)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

ÊXODO: DEUSES E REIS - FRASES




"Um pouco de veneno no sangue é bom, deixa você menos vulnerável à próxima mordida".

"Um certo grau de conforto é necessário para levantar o espírito".

"Pode-se descobrir muito sobre uma pessoa, apenas olhando em seus olhos". 

"Junto de uma crença não realista está o fanatismo e perto dele a insurreição e logo depois a revolução".

"Uma das maiores ironias da vida é que os homens que buscam o poder são melhor preparados para conquistá-lo do que para exercê-lo".

"Nunca diga só o que as pessoas querem ouvir".

"Que deus mandaria um homem deixar sua família?"

"Há dois tipos de guerra, ditadas por números. (...) Com números maiores, você golpeia o inimigo de frente. Com números menores, você se aproxima pelos lados".

"Estamos em um ponto da terra onde há um mar a frente e um exército atrás".

"Vocês me honraram com a sua confiança, agora eu os honro com a minha fé".

"Sigam-me e serão livres. Fiquem e irão perecer".

"Não tenham medo. DEUS está conosco". 


(A imagem acima foi copiada do link Oficina de Ideias 54.)

terça-feira, 18 de agosto de 2015

SE EU FOSSE VOCÊ, COMEÇAVA A ESTUDAR AGORA MESMO

Concurso para auditor do MTE pode sair em breve


Está se especulando entre os concurseiros de plantão que o Ministério do Trabalho e Emprego - MTE - planeja abrir, em breve, concurso público para o cargo de auditor fiscal do trabalho.

O nível de escolaridade exigida para o certame será o ensino superior completo, em qualquer área, e o salário inicial, mais de R$ 14 mil (quatorze mil reais) por mês. Não se sabe ao certo o número de vagas, mas o MTE está sendo pressionado pelo sindicato da categoria para contratar mais gente, uma vez que há carência de novos servidores e muitos que estão em atividade já estão próximos da aposentadoria.

Não se sabe ao certo quando o concurso irá sair. Mas, se tem uma coisa que eu aprendi nestes anos estudando para concursos públicos é que, quando surgem esses boatos, é porque a prova está próxima. 

Se eu fosse você, começava a estudar agora mesmo...


(A imagem acima foi copiada do link Novidades Net.)

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

"É o que o combate faz com você... Você vive como um animal. Você reage como um animal".

Batalha do Bulge: fome, frio e saudade de casa.

Frase de um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, tirada do documentário HERÓIS DE GUERRA – A Batalha do Bulge (episódio 5), produzido pela National Geographic. 

O documentário traz relatos de ex-combatentes norte-americanos que participaram do último ano do conflito armado que mudou para sempre os rumos da humanidade. São testemunhos sombrios e ao mesmo tempo emocionantes de homens que sobreviveram aos horrores da guerra. 

Heróis que participaram da Batalha de Bulge e da Batalha de Ardenas, sob um rigoroso inverno - o mais frio das últimas décadas - e que viram centenas de colegas tombarem no calor da batalha. 

Homens corajosos que enfrentaram o medo, a fome, a saudade da família, o frio, mas que seguiram firmes e fortes na sua missão e foram peças fundamentais na derrota do totalitarismo e para o triunfo da democracia.

Magnífico documentário. Emocionante. Recomendo que assistam.


(A imagem acima foi copiada do link Battle Central.)

domingo, 16 de agosto de 2015

"DEUS não joga dados com o Universo".

Albert Einstein (1879 - 1955): cientista judeu, considerado por muitos como o cérebro mais brilhante que o mundo já conheceu.









(Imagem copiada do link Wikipedia.)

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

ROSA DE HIROSHIMA

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa, sem nada

Vinícius de Moraes (1913 - 1980): jornalista, diplomata, dramaturgo, poeta e compositor brasileiro. 


(A imagem acima foi copiada do link Oficina de Ideias 54.)

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

AS MENTIRAS DA VEJA

Revista produziu um falso extrato de uma conta bancária inexistente do senador Romário e divulgou uma delação inexistente


Em novembro, a revista americana Rolling Stone publicou uma matéria "um estupro no Campus" onde uma aluna da Universidade de Virgínia havia sofrido um chocante estupro coletivo no Campus da Universidade. A reportagem teve uma repercussão incrível, instantânea, e obviamente chocou toda a sociedade norte-americana.

A Universidade e seus dirigentes, sofreram ataques furiosos, pois foram omissos para lidar com a situação. O problema é que após a publicação da história, os investigadores não foram capazes de encontrar provas de que o estupro tenha de fato ocorrido. A história se baseou principalmente em uma única fonte anônima, a alegada vítima, Jackie.
Quando a avaliação foi publicada, a revista se retratou oficialmente e pediu desculpas. O diretor de redação da revista, Will Dana, pediu demissão. Não se sabe claramente se isso tem ligação com a história do estupro.
A reitora da universidade está pedindo 7 milhões de dólares de indenização por danos à imagem e reputação da escola e dela mesma. Nos Estados Unidos, país sério, as cifras são altas para obrigar a imprensa a tomar cuidado antes de publicar denúncias.
É uma história exemplar para nós aqui no Brasil, país não tão sério assim... Recentemente, numa única edição, a revista Veja cometeu dois crimes jornalísticos:
Um que anunciou uma delação premiada que simplesmente não existia. Os advogados do personagem sequer foram ouvidos pela revista, como se viu antes mesmo da revista chegar às bancas. Quer dizer, ninguém se esforçou para verificar a veracidade da informação que alguma fonte maligna passou para a Veja.
Romário na Suíça: foi atrás do dinheiro que "Veja" disse que ele tinha. Não encontrou nada...

O segundo crime foi contra o ex-jogador e senador Romário, a quem a revista atribuiu uma milionária conta secreta na Suíça, com cerca de 7,5 milhões de reais. Conta esta que era falsa. Romário negou a veracidade da informação, e foi a Suíça para provar isso.
Chegando lá, o ex-jogador constatou toda a fajutice da Veja. Ou seja, mais uma vez, ninguém checou a informação. O 'baixinho' publicou nas suas redes sociais a declaração do banco suíço de que o documento era falso. A revista fingiu que nada tinha acontecido...
Os autores da reportagem simplesmente sumiram das redes sociais, apagaram seus perfis, e a Veja continuou a dar uma de 'joão sem braço". Até que o senador anunciou que estava processando a revista pedindo dez vezes o valor que ela afirmara que ele tinha escondido na Suíça: 7,5 milhões x 10 = 75 milhões de reais!
Publicar um documento sem checar a autenticidade é apenas a demonstração da degradação jornalística da Veja. Além disso, isso é crime, e dos graves, muito mais grave do que o cometido pela Rolling Stone.
Será que os Estados Unidos estão errados ao exigir seriedade e precisão da informação publicada pela imprensa? Ou será que o Brasil é que está, deixando que se publique algo sem ao menos checar a veracidade?
Nos Estados Unidos, país sério, publicando as mentiras que publica, a Veja estaria fechada há muito tempo. Aqui no Brasil, fala sério... ela continua saindo toda semana. 
Temos muitas leis para proteger a liberdade de expressão, mas não há uma única lei que proteja as pessoas da imprensa. Não somos um país sério.
Fonte: JusBrasil, com adaptações.


(A imagem acima foi copiada do link JusBrasil.)


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

DICAS DE DIREITO ADMINISTRATIVO - ATO ADMINISTRATIVO

Conceito e requisitos

Para o jurista brasileiro Hely Lopes Meirelles (1917 - 1990): ato administrativo é toda manifestação unilateral de vontade da Administração Pública que, agindo nessa qualidade, tenha por fim imediato adquirir, resguardar, transferir, modificar, extinguir e declarar direitos, ou impor obrigações aos administrados ou a si própria.

REQUISITOS:

Finalidade: é o resultado que se pretende alcançar com a prática do ato administrativo. Em sentido amplo, a finalidade de todo ato administrativo deve ser sempre atender ao interesse público.

Forma: é como o ato administrativo se exterioriza. Em regra é adotada a forma escrita.

Competência: é o poder atribuído por lei aos órgãos e agentes para o desempenho de suas respectivas atribuições. (quem pratica o ato)

Demissão de servidor é
um exemplo de ato administrativo.
Objeto: é o efeito gerado pelo ato administrativo. É o que eu vou querer com o ato. Em um ato de demissão, por exemplo, o objeto é a demissão de um servidor qualquer.

Motivo: é a situação de direito e de fato que determina ou autoriza a realização do ato administrativo. (o porquê do ato)

Lembrando que este assunto faz parte da matéria de Direito Administrativo e é bastante cobrado em provas de concursos públicos. 

Vale salientar, ainda, que o texto acima é uma abordagem bastante sucinta de “Ato Administrativo”, devendo o leitor, caso queira se aprofundar mais no assunto, procurar livros especializados sobre o tema.



Saiba quais os atributos do Ato Administrativo no link Oficina de Ideias 54.
(A imagem acima foi copiada do link Images Google.)

terça-feira, 4 de agosto de 2015

ALEGRIA, ALEGRIA

Caminhando contra o vento
Sem lenço e sem documento
No sol de quase dezembro
Eu vou

O sol se reparte em crimes
Espaçonaves, guerrilhas
Em cardinales bonitas
Eu vou

Em caras de presidentes
Em grandes beijos de amor
Em dentes, pernas, bandeiras
Bomba e Brigitte Bardot

O sol nas bancas de revista
Me enche de alegria e preguiça
Quem lê tanta notícia
Eu vou

Por entre fotos e nomes
Os olhos cheios de cores
O peito cheio de amores vãos
Eu vou
Por que não, por que não

Ela pensa em casamento
E eu nunca mais fui à escola
Sem lenço e sem documento
Eu vou

Eu tomo uma Coca-Cola
Ela pensa em casamento
E uma canção me consola
Eu vou

Por entre fotos e nomes
Sem livros e sem fuzil
Sem fome, sem telefone
No coração do Brasil

Ela nem sabe até pensei
Em cantar na televisão
O sol é tão bonito
Eu vou

Sem lenço, sem documento
Nada no bolso ou nas mãos
Eu quero seguir vivendo, amor
Eu vou

Por que não, por que não?
Por que não, por que não?
Por que não, por que não?

Caetano Veloso (1942 - ): músico, produtor e escritor brasileiro. Fez esta bela e inteligente composição como forma de protesto em plena Ditadura Militar. Que bela letra!!! Pena que os artistas da minha geração não aprenderam com este grande mestre...  

Veja um dos vários clipes da música Alegria, Alegria no link YouTube.


(A imagem acima foi copiada do link Kboing.)

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

sábado, 1 de agosto de 2015

PENSÃO ALIMENTÍCIA - DÚVIDAS FREQUENTES

O que é, quem paga, quem recebe

Pensão alimentícia é uma quantia em dinheiro fixada pelo juiz a ser paga pelo responsável (pensioneiro) para manutenção dos filhos ou do outro cônjuge. 

1. Existe um valor fixo pré-determinado para o pagamento de pensão alimentícia?

Não. A fixação dos alimentos pelo juiz é feita a partir da análise dos rendimentos do alimentando (aquele que paga a pensão) e da necessidade do alimentado (aquele que recebe a pensão). Ordinariamente a jurisprudência tem apresentado o entendimento de que a média deve girar em torno de um terço do salário bruto do alimentando, descontados a contribuição do INSS e o Imposto de Renda.

2. Descobri que estou grávida, posso requerer a pensão alimentícia antes de meu filho nascer?

Sim. Com a edição da lei 11.804/2008 a mulher gestante pode requerer os chamados “alimentos gravídicos” no intuito de cobrir as despesas do período de gestação, que incluem alimentação, exames médicos, acompanhamento psicológico, internação, parto, entre outros custos.

3. Somente o pai é obrigado a pagar pensão alimentícia?

Não. A pensão alimentícia pode ser requerida tanto pela mãe quanto pelo pai em benefício da criança ou do adolescente, dependendo de uma série de fatores, como quem vai ficar com a guarda do filho ou quem possui maior capacidade contributiva.

4. Meu ex-companheiro deve mais de 6 meses de pensão, ele pode ser preso pelo atraso?

Sim, no entanto a prisão civil será relativa apenas aos três últimos meses não quitados. Para receber os valores anteriores aos três meses de atraso o cônjuge deve entrar com uma ação de cobrança.

5. Fiquei desempregado e não tenho condições de arcar com o valor total da pensão, posso pedir a revisão dos valores?

Sim, havendo uma mudança abrupta na capacidade de sustento de um dos pais este pode requerer a diminuição do valor da pensão através de uma ação revisional.

6. Completei dezoito anos, vou perder minha pensão?

Depende. A pensão alimentícia é concedida como forma de garantir ao menor o seu sustento. Caso o alimentante prove que o filho já possui capacidade econômica pode ser feito o pedido de revogação da pensão, que será avaliado pelo juiz. Quando o filho ainda está estudando e/ou demonstra que ainda depende do sustendo do alimentante, o período de pagamento de pensão é estendido pelo judiciário. 
Fonte: Koppadvocacia.
(Imagem copiada do link Google Images.)