sexta-feira, 12 de julho de 2019

“Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista”.

Resultado de imagem para paulo henrique amorim

Paulo Henrique Amorim (1943 - 2019): apresentador de TV, blogueiro, empresário e jornalista brasileiro. Fez história na comunicação social brasileira (TV, rádio, jornal e internet) através de coberturas memoráveis: renúncia do presidente Jânio Quadros; posse do presidente norte-americano Bill Clinton; rebelião zapatista no México; e guerra civil em Ruanda (África).


(A imagem acima foi copiada do link Images Google.)

3 comentários:

Anônimo disse...

O cara era um gênio, inteligente, brilhante.

Se o Brasil fosse uma democracia séria... não teríamos uma imprensa golpista.

Adeus, Paulo Henrique Amorim. Sem você, a democracia brasileira perdeu um importante defensor.

Alvaniza Macedo disse...

A vida é feita de perdas e ganhos. "Ninguém solta a mão de ninguém", ou seja, um se foi, mas outros aqui darão continuidade a sua ideologia e hão de lutar por um Brasil melhor.

Anônimo disse...

Podem dizer o que quiserem, mas para mim, Paulo Henrique Amorim foi assassinado.


Anonymous